shop-cart

Now Reading: Sobre os ataques fascistas em Bègles (Bordéus)

Sobre os ataques fascistas em Bègles (Bordéus)


Print Friendly, PDF & Email

Recebido por e-mail (17 Novembro)


À medida que aumenta a presença migratória antiautoritária na cidade de Bègles (fundamentalmente procedente do sul da europa) aumentam as agressões fascistas.

No decorrer desta última semana, foram já realizados ataques a diversos espaços ocupados e um sem fim de provocações. Suásticas, cruzes celtas, pinturas nas paredes anti-antifascistas, vitrinas partidas e cartazes de extrema-direita perto das okupas são o resultado dos ataques.

No dia 10 de Novembro, apareceu um artigo nos jornais assinalando uma das casas ocupadas, seguido por 2 outros artigos, desta vez na televisão. No dia seguinte, jornalistas de várias redações apareceram na casa e, com eles, um grupo de fascistas rudemente organizados através das redes sociais.

Tudo isto, um catalisador da acção fascista para a manifestação xenófoba convocada para o próximo dia 27 de Novembro, em Bordéus, por diversas organizações de extrema-direita. Recordamos que a extrema-direita francesa ganhou uma maioria percentual nas últimas eleições municipais e que tecnicamente governa o Parlamento Europeu.

O controlo e a vigilância por parte da polícia nas ruas multiplicam-se. Encontramo-nos em situação de alerta, vigiando e protegendo as ruas e as nossas casas. Prevê-se que, no decurso desta semana, aconteçam novas agressões e que aumentem de contundência, não só por parte dos grupos fascistas, mas também por parte do Estado, como estamos acostumados em Bègles: intervenções com forças especiais – GIPN -, com balas de borracha, controlo com gás lacrimogéneo, desalojos simultâneos, sem ordem judicial, etc…

Os Média, o poder local e a mão armada do Estado começaram a preparar o terreno, manipulando a opinião pública para assim justificar e legitimar as futuras acções repressivas.

Não é o primeiro e não será o último cenário repressivo com o mesmo modus operandis – no bairro de Saint Michel (Bordéus) e em Rennes (Bretanha) já se iniciou um espetáculo mediático, seguido por ataques fascistas e culminando numa dura acção policial com importantes consequências legais para os, a seu tempo, elegidos como bodes expiatórios (DAL)

Antes que as suas intenções se articulem uma vez mais, há que passar à contra-ofensiva.

Bègles é historicamente antifascista. Será para Sempre.

Façamos do 27 de Novembro uma festa da derrota fascista.

Antiautoritárixs de Becla

With

7

Views


Written by

Jornal Mapa

Show Conversation (0)

Bookmark this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

0 People Replies to “Sobre os ataques fascistas em Bègles (Bordéus)”


More from Mapa do Leitor Category