shop-cart

Now Reading: Piolho nº13

Piolho nº13

Piolho nº13


Print Friendly, PDF & Email

capa_piolho13_interior

PIOLHO é uma revista de poesia
Uma sebenta que circula de mão em mão
Nesse charco que É o POEMA
COM NOVE BURACOS
QUE SANGRAM escárnio e maldizer
nesta época em que os poetas
se crepusculizam

António S. Oliveira

 

A revista Piolho é uma publicação dedicada à poesia desalinhada que conta actualmente com mais de uma dezena de números. É uma edição conjunta das Edições Mortas e da Black Sun, coordenada pelo poeta e editor António Oliveira (A. Dasilva O.). A Piolho inspira-se nas publicações refractárias dos anos 60 e 70, feitas em stencil, que circulavam debaixo das mesas nos cafés, pelo seu carácter conspirativo e clandestino, trazendo para o presente o espírito combativo desses tempos. A revista é, assim, um reduto de sobrevivência da poesia insubmissa. Ao longo dos vários números colaboraram escritores como Rui Pires Cabral, Golgona Anghel, Fernando Guerreiro ou Manuel de Freitas. Foram também já publicados textos inéditos de nomes como Charles Bukowski ou Ambrose Bierce.

António Oliveira co-fundou uma das primeiras rádios piratas do Porto (Rádio Caos), fundou as Edições Mortas, realizou As Conferências do Inferno e os Encontros com o Maldito, em colaboração com o grupo de teatro Contracena. Editou e participou nas revistas Arte Neo, a revista Filha da Puta, Marquesa Negra, Broche Suburbano, Última Geração, entre outras. Está actualmente a trabalhar no segundo número da revista Estúpida, uma publicação feita de pequenos textos, micro-contos, crónicas, crítica e fotografia.

O último número da Piolho que é o décimo terceiro, foi lançado em Março passado, no festival de poesia Mal Dito, em Coimbra. Este número é dedicado ao tema da Fome e conta com a participação de vários escritores, entre os quais Ivar Corceiro, José Carlos Soares, A. Dasilva O., Ária Aragon Franco, Miguel de Carvalho, Rui Tinoco e Maria da Inquietação Fausto. A Piolho pode ser encontrada no Porto, na livraria Utopia ou no Gato Vadio, e em Lisboa na livraria Letra Livre.

 

http://edicoes-mortas.blogspot.pt/


Written by

Júlio Silvestre

Show Conversation (0)

Bookmark this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

0 People Replies to “Piolho nº13”


More from Livros Category